PELA CIDADE

Foi por aqui que minha vida se sucedeu até agora. Foi nessas ruas, escolas e praças; nas festas de igreja, nos grupos de amigos, nas alegrias e nas tristezas que fazem a gente ser Novo Hamburgo, que eu me criei. Ando por aqui faz 61 anos. Desde que nasci, no bairro Hamburgo Velho. Vi crescer a cidade, florescer os talentos, esmaecer esperanças. Nunca vi, entretanto, esmorecermos diante de dificuldades.

Junto com o desenvolvimento, cresceu a demanda por estrutura para facilitar a vida dos cidadãos.

Outro dia, me peguei pensando: “Nossa cidade vai mudar com a pandemia?”. Creio que sim, essa coisa já mudou os planos de todos nós, mudou a gente. Mas cada um é um pedaço da cidade e é juntos que fazemos a vizinhança, o bairro, as conquistas… Nos desejamos bom dia!, nos fazemos gentilezas, sustentamos nossas vidas. Então, creio que vamos mudar para melhor. De novo, como tantas outras vezes, sob diferentes enfrentamentos, ao cabo somos todos Novo Hamburgo.

Minha crença no futuro foi reforçada no programa da Vale TV, semana passada, sob o comando do Rodrigo Steffen e com a participação da Cinara de Araújo Vila, Procuradora do Município, e do Marciano Fuchs, meu amigo e fundador da Y Ideas. Nossos pensamentos convergem e cada vez mais descubro gente que quer construir, ficar aqui, fazer parte de uma unidade que se orgulha de si própria. Aliás, pude confirmar a qualidade da audiência do Estação Hamburgo pela quantidade de manifestações nas minhas redes sociais, expressando carinho e incentivo para continuar o trabalho que venho desenvolvendo.

Em meio a tantas incertezas que ainda nos cercam, estamos com saudades das festas com os amigos e familiares.

A propósito, meus últimos movimentos foram no sentido de melhorar minhas percepções sobre às expectativas que os hamburguenses têm com relação ao trabalho dos corretores de imóveis. Conhecer os acertos e os erros dos profissionais, o que as pessoas querem, o que elas esperam. O retorno foi muito bom e a contribuição me será muito útil. No momento, estamos voltados novamente para os bairros. Logo, logo vocês terão notícias.

Continuo andando por aí, pesquisando, descobrindo Novo Hamburgo. E sempre que puder desfrutar da sua companhia e sugestões nessa jornada, esse processo só vai melhorar.

Fotos: Divulgação

3 thoughts on “PELA CIDADE”

  1. Boa noite Jorge!
    Geralmente o marketing de relacionamento é algo que só funciona antes da compra. No pós-compra o cliente é esquecido. Afinal, não compramos imóveis mensalmente.
    Como sugestão ao teu trabalho, quem sabe fazer marketing de relacionamento com o teu cliente, de tempos em tempos. Ou seja, ligar para saber se ele está gostando do imóvel, se você pode auxiliar em algo.
    Não sei se você faz isto, mas acho importante!
    Um abraço!

  2. Realmente nossa cidade tem muito ainda para crescer, e com essa pandemia eu presencio estabelecimentos comerciais de Nh que estão despreparados para atender o público, Restaurantes por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *