Aeródromo de Novo Hamburgo. Formando comandantes de boeing

No extremo leste da cidade se ensina a voar alto. Muito alto. Lá, em 1947, o antagonismo entre hamburguenses e leopoldenses criado pela emancipação fez surgir o aeroclube de Novo Hamburgo. Conversei com o atual presidente, Alceu Feijó Filho, que nos comanda nesse voo.

A escola de pilotos e o paraquedismo destacam nosso aeródromo

Menos de 100 municípios no Brasil possuem uma escola de aviação como Novo Hamburgo tem hoje. Você sabia disso? Poucos sabem. Somos uma referência para aviadores e temos o segundo maior centro de paraquedismo da América Latina. Mais de mil saltos são feitos por mês em Novo Hamburgo. Nosso aeródromo é o único  homologado na região e tem alunos do Brasil todo.

O ensino aeronáutico é universal. “O que ensinamos aqui é o que os alunos estão aprendendo em Tóquio, no Canadá ou na Austrália”, diz Feijó. O impacto do aeródromo para o município poderia ser economicamente muito maior. “Nos tempos da grande expansão calçadista, os empregados chegavam pela rodoviária. O investidor, hoje, vem pelo aeroporto. Se puder facilitar sua locomoção, certamente o fará”.

Alceu Feijó Filho é o presidente do Aeródromo

Feijó acredita não ser coincidência que todas as cidades visitadas pela Havan no estado permitam o pouso do jato do empresário Luciano Hang. Asfaltar a pista é fundamental para receber jatos executivos. O investimento, calcula-se, é na casa dos R$ 2,5 milhões, mais a Iluminação noturna. Isso, certamente, mudaria a cidade.

Imagine jatos executivos pousando e decolando de Novo Hamburgo. “A nossa pista é muito boa em dimensões, muito segura, mas é de grama e brita. Excelente para as atividades do aeroclube, mas não para este tipo de aeronave.”

A união de todos pelo asfaltamento da pista vai colocar Novo Hamburgo em outro patamar de desenvolvimento

O aeroclube é importante em diversos aspectos. Muitos artistas que vêm fazer shows na região descem ali. Para os negócios, ter uma pista qualificada é ouro.

Vamos conversar sobre isso?

 

2 thoughts on “Aeródromo de Novo Hamburgo. Formando comandantes de boeing”

  1. Desconhecia totalmente os aspectos mencionados em tua matéria! Não tinha conhecimento sequer do porte e da importância do aeroclube… Talvez seja hora de divulgar de forma mais objetiva e intensa a importância dele para a cidade e região. Antes tarde do que nunca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *